A carregar...

PRÉMIO MACAU–REPORTAGEM 2016 atribuído à jornalista Catarina Domingues



PRÉMIO MACAU–REPORTAGEM 2016 atribuído à jornalista Catarina Domingues

A Fundação Oriente atribuiu o Prémio Macau – Reportagem deste ano à jornalista Catarina Domingues pela reportagem “Amamentar”, emitida na TDM, a 15 de Janeiro de 2016. A decisão unânime do júri foi anunciada no passado dia 25 de Novembro.

Instituído com o objectivo de distinguir o melhor trabalho jornalístico sobre Macau, nas vertentes cultural e socio-económica, publicado em órgãos de comunicação social da RAEM e de Portugal, o Prémio Macau – Reportagem da Fundação Oriente tem o valor pecuniário de MOP. 50.000,00 (cinquenta mil patacas). Este ano, concorreram ao prémio 8 jornalistas, com 10 trabalhos.
“Amamentar”, a reportagem vencedora foi selecionada pelo júri pela pertinência, actualidade e interesse do tema, a adequação da peça ao meio de comunicação utilizado e a sua qualidade global.

Para além de Ana Paula Cleto, Coordenadora da Delegação da Fundação Oriente em Macau, o júri do prémio integrou Fernanda Gil Costa, professora catedrática da Universidade de Macau/Lisboa; Carlos Ascenso André, professor do Instituto Politécnico de Macau e Director do Centro Científico e Pedagógico da Língua Portuguesa;  Margarida Pinto, Delegada da Agência Lusa em Macau e Harald Bruning, Director do jornal “The Macau Post Daily.

A vencedora, Catarina Domingues nasceu em 1980 em Lisboa, e completou o ensino secundário no Liceu de Macau, regressando a Portugal em 1998 para estudar Comunicação Social no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Possui ainda um mestrado em Comunicação pela Universidade de Tübingen, na Alemanha. Tendo colaborado com vários meios de comunicação social em Macau, trabalha actualmente como jornalista freelance, colaborando em permanência com a Revista Macau.

O prémio será entregue numa cerimónia a a realizar na Delegação da Fundação Oriente em Macau, na quarta-feira, dia 14 de Dezembro, pelas 18.30.