A carregar...

Conferência Pintura em Goa durante os séculos XVI e XVII

Delegação da Fundação Oriente na Índia – Goa | 24 Janeiro 2017

Conferência Pintura em Goa durante os séculos XVI e XVII

No passado dia 24 de Janeiro foi apresentada na Delegação da Fundação Oriente em Goa a Conferência Pintura em Goa nos Séculos XVI e XVII pela Dra. Vanessa Antunes e pelo Técnico de Conservação e Restauro José Pestana.

Ambos os intervenientes são membros do projecto de investigação De artibus in Auream Goa, coordenado pelo Professor Doutor Vitor Serrão e desenvolvido pelo ARTIS – Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade Nova de Lisboa e estiveram em Goa em desenvolver trabalho de campo.

Durante a apresentação, discutiu-se o século XVI, período áureo da pintura e artes decorativas no Estado da Índia. Foi ainda dado a conhecer também o riquíssimo espólio presente em Goa, que o projecto De artibus in Auream Goa está a estudar. Num clima comercial rico, muito favorável às artes e arquitectura, diversos pintores, escultores, pedreiros, joalheiros desenvolveram a sua actividade nas principais igrejas da velha cidade. Nomes como Aleixo Godinho, João Peres, Jerónimo da Costa entre outros começam agora a ser descobertos e algumas das suas obras conhecidas. O seu legado é imenso e precisa de ser inventariado, estudado e sobretudo restaurado.

Na segunda parte desta conferência o público assistiu a uma viagem pelas diversas capelas e igrejas de Velha Goa para ilustrar e mapear a pintura mural dos Séculos XVI e XVII, sendo exemplos maiores o convento de Santa Mónica e a capela de Nossa Senhora do Monte em Velha Goa. Entre as técnicas destaca-se a singularidade do sgraffito, técnica goesa executada segundo os princípios do fresco.

Estiveram presentes cerca de 80 pessoas, entre elas representantes das diversas entidades dedicadas à história da arte e académicos Goa.